Cânticos em páli

Na SBB utilizamos um livro de cânticos nas cerimônias de puja, quando recitamos versos de reverência e reflexão. O livro também contém outros textos para situações diversas — versos de bençãos e proteção, requisições de tomada de refúgio e preceitos, suttas famosos.

As recitações são em páli, a língua utilizada nas escrituras do Cânone. O livro apresenta, linha a linha, traduções em português. Assim praticantes de países e linguagens diferentes podem se unir em uma mesma recitação. Por vezes, visitantes estrangeiros ficam felizes com a oportunidade de recitar, na sede da SBB, junto a brasileiros.

O livro está disponível em formato digital:

Aprender a pronunciar páli não é difícil. Este vídeo, por exemplo, apresenta instruções curtas e diretas, em português.

Ajahn Mudito, monge brasileiro residente na Tailândia e amigo da SBB, preparou uma explicação sobre a puja especialmente para o público brasileiro.

Para os que se interessarem em estudar a língua a fundo, há este famoso guia de estudo, comparando métodos. Há também dois importantes cursos online  — este e este.

Em português há os Fundamentos da gramática páli, de Nissim Cohen: texto-base e tabelas.

 

Go to Top